Clareando o açúcar Por: Nathalia Luisa Carlos Ferreira

 O objetivo do experimento é o clareamento do açúcar mascavo, que é realizado através da adsorção de partículas sólidas e substâncias coloridas dissolvidas pelo carvão ativado.

Industrialmente, são utilizados outros processos além do mostrado aqui. Mas basicamente, o clareamento do açúcar é resultado da retirada de impurezas, deixando apenas a sacarose pura ao final das várias etapas.

 

Materiais Necessários

  • 1 copo americano de açúcar mascavo
  • Carvão ativado de 2 velas de filtro por gravidad
  • 3 copos americanos de água filtrada
  • álcool etílico anidro
  • 1 caneca ou copo
  • 1 coador de café
  • funil
  • papel de filtro qualitativo
  • liquidificador
  • panela
  • fogão
  • facas
  • colher
  • 2 jarras de 1L

Fase 1 - Retirando o carvão ativado

Corte, cuidadosamente, com uma faca de serra ou cegueta, as duas velas com carvão ativado. Atenção para o lugar de corte, para que o carvão não caia. 

O carvão ativo se caracteriza pela grande quantidade de poros vazios contidos em sua estrutura, podendo assim reter gases, líquidos e partículas em suspensão em soluções. É usado para filtração de efluentes e gases tóxicos, sendo utilizado no experimento para reter partículas coloridas presentes na solução de açúcar mascavo - como a clorofila (desnaturada ou não) - clareando o açúcar.

O carvão ativo,ou carvão ativado, é obtido a partir da combustão controlada de certos tipos de madeiras. A reação deve ocorrer a uma temperatura que varia de 800°C a 1000°C, já que a queima total da substância ocasiona em perda da porosidade desejada.

Outras finalidades para o uso desse material são: desintoxicação, remoção de odores de geladeiras e freezers, purificação da água que chega às residências e filtragem de aquários.

Fase 2 - Batendo tudo no liquidificador!

 Coloque o carvão ativado, o açúcar mascavo e a água no liquidificador, e bata por um minuto. Desse modo, a superfície de contato entre carvão e açúcar será aumentada, possibilitando a remoção mais eficaz das impurezas.

Fase 3 - Filtração bruta

 Utilizando o coador de café, você filtrará as partículas maiores de carvão, facilitando o próximo passo. Os poros do papel do filtro de café são maiores, permitindo uma filtração mais rápida e a retirada das partículas maiores de carvão.

Fase 4 - Filtração fina

Com o papel de filtro qualitativo, essa filtração irá eliminar todas as partículas de carvão, que terão adsorvido as impurezas da solução deixando-na mais clara e límpida. Como os poros do papel de filtro são menores, essa filtração será bem mais lenta que a anterior, e o resultado muito mais visível! 

Quanto mais tempo a solução for deixada em repouso, mais claro o açúcar ficará.

Obs: adapte o tamanho da circunferência do papel ao tamanho do seu funil. Se os círculos já vierem cortados você poderá fazer várias filtrações simultâneas para agilizar o processo.

Fase 5 - Concentração do açúcar

 A solução de açúcar já clareada deverá ser aquecida no fogão para ser concentrada, de modo a formar os cristais pelo próximo passo. Não utilize o microondas, pois há risco de decomposição ou inversão da sacarose, o que impedirá a formação de cristais.

Fase 6 - Adicionando o alcool anidro

Não espere a sua solução concentrada de açúcar esfriar para adicionar o alcool anidro, que deverá preencher o copo americano ou caneca até a borda.

A sacarose se precipita com o alcool etílico porque não realiza fortes interações elestrostáticas com ele. Enquanto a água, que dissolve a sacarose, permite fazer duas ligações de hidrogênio, o etanol pemite apenas uma ligação de hidrogênio por molécula. Desse modo, é mais favorável energeticamente que a sacarose realize interações com outras moléculas de sacarose, dando origem a cristais moleculares. Como a perturbação do sistema causada pelo etanol é imediata, os cristais formados são muito pequenos, assemelhando-se àqueles do açúcar refinado.

Fase 7 - Obtenção do açúcar

Para obter os cristais secos, basta colocar a solução em uma caneca ou copo largo e esperar que o alcool e a água evaporem. Quanto mais água houver, mais tempo demorará para a evaporação, e maiores serão os cristais.

Comentários - 6 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.

Filipe Matheus em 12/03/2013 18:41:03

Muito Legal...Gostei muito!

Alfredo Mateus em 19/02/2013 15:26:02

o resultado final ficou bem legal