Pílulas de Ciência: O gás nos refrigerantes Por: Alfredo Mateus

 Por que o gás sai do refrigerante quando colocamos algo como gelo ou açúcar nele? Descubra isso e mais neste vídeo, incluindo o que acontece na famosa fonte de refrigerante. As Pílulas de Ciência foram elaboradas por professores da UFMG com financiamento da FAPEMIG.

Materiais Necessários

  • refrigerante
  • açúcar
  • gelo
  • areia
  • mentos

Fase 1 - Assista ao vídeo

 Assista ao vídeo abaixo e planeje como utilizá-lo em sua aula. Mostre o vídeo aos seus alunos utilizando um projetor multimídia, ou peça a eles para acessarem o vídeo em uma aula no laboratório de informática. A idéia das Pílulas de Ciência é que elas sirvam para estimular a discussão em sala de aula ao redor do tema.

Fase 2 - O que acontece

O gás carbônico é colocado no refrigerante aplicando-se uma grande pressão sobre o líquido. O aumento de pressão eleva a solubilidade do gás, e se consegue dissolver uma quantidade muito maior do que o que se dissolveria na pressão atmosférica. 

Ao se abrir a garrafa, diminuímos a pressão e observamos algumas bolhas de gás. Mas ainda fica muito gás dissolvido. por que o gás não sai, se agora a pressão na garrafa é a atmosférica? O gás carbônico está formando uma solução supersaturada, ou seja, com mais soluto do que o que a solubilidade dele permite naquela pressão e temperatura. 

Na verdade, para se formar uma bolha de gás no interior do líquido é necessário afastar as moléculas de água, que interagem fortemente umas com as outras. Em alguns locais, como na parede do copo isto é facilitado. Pontos que facilitam a formação de bolhas são chamados sítios de nucleação. Ao colocarmos algo dentro do refrigerante, fornecemos um "empurrão" que a solução supersaturada requer para liberar o gás. Na superfície de cada cristal de açúcar ou grão de areia as bolhas poderão se formar muito mais facilmente e vemos a espuma se formando.

Este é o segredo das famosas "fontes de refrigerante", que usam uma garrafa de refrigerante e uma bala do tipo Mentos®. A superfície rugosa da bala é perfeita para formar as bolhas, e por serem pesadas, elas vão para o fundo. As bolhas formadas empurram o líquido para cima. Não há nenhuma reação química acontecendo, apenas o gás que estava dissolvido que consegue sair todo de uma vez.

Comentários - 6 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.

Amelia Ribeiro em 03/05/2013 23:09:10

Agente pode fazer um grupo de pesquisas sobre o CO2 ,certo Giba e Alfredo?

Tayana Miranda em 14/03/2013 19:38:10

Adorei, já havia visto algo parecido, porém fiquei com muita vontade de reproduzir.

Rildon Mendes em 23/09/2011 00:01:51

com o gelo o co2 não sai do refrigerante quanto mais gelado mais tempo o gas permanece no refrigerante,no processo de carbonatacão a agua deve estar gelada para o gas se misturar a agua,se o refigerante estiver com a temperatura muito alta se ouver aguma agitacão como por exemplo jogar uma pedra de gelo dentro do copo com a agitacão que apedra de gelo vai causar faz com que o co2 se desencorpore do refrigerante,mas se ele estiver com uma temperatura abaixo de 4 graus se jogar o gelo a agitacão nao vai fazer com que o gas saia do refrigerante com essa temperatura enquanto houver gelo ele ira conservar o co2.

Alfredo Mateus em 01/06/2009 20:50:27

Cláudia, realmente não ocorre nenhuma reação química ao se colocar uma bala de mentos num refrigerante, light ou não. Os adoçantes estão no refrigerante na quantidade de miligramas. Imagine se fosse fácil assim transformar uma molécula orgânica estável, à temperatura ambiente, nesta concentração. Infelizmente, tem muita gente escrevendo e espalhando bobagens na internet e nem sempre é fácil filtrar o que é verdade. Consulte um site sobre lendas urbanas e você verá que existem vários e-mails circulando que falam que aspartame é a causa de todos os males da humanidade.

Cláudia Braga em 01/06/2009 15:42:46

Gostaria de saber se não a possibilidade da ocorrência de uma reação química é descarta neste fenômeno. A pouco tempo veicunlou na rede, que este fenômeno só acontece com refrigeramtes light ou diet, o que já vimos que não é verdade. No caso dos refrigerantes light e diet haveria a reação com o acesulfame K INS930 formando uma substãncia fatal, o Ta9V4 e que provocou a morte de um estudante em São Paulo. Verdade ou mentira?

Giba Química em 26/05/2009 17:40:28

Pensei que o "mentos" poderia alterar o pH, assim perturbar o equilíbrio. Pelo que você falou, isso pode até acontecer, mas não é tão significativo para o experimento.

Mas uma vez parabéns pelo site. Espero logo poder contribuir.

Alfredo Mateus em 26/05/2009 17:33:22

Giba,

enquanto a garrafa está fechada, temos um equilíbrio entre o CO2 gasoso, o CO2 dissolvido e o ácido carbônico formado na reação do CO2 e água, que é muito pouco, pois a maior parte do CO2 está apenas dissolvida e não como ácido (que é fraco). Quando abrimos a garrafa, retiramos CO2 gasoso e isso desloca o equilíbrio para a formação de mais gás. Só que o sistema não responde instantaneamente, pois o CO2 não sai de uma vez. Você pode explorar todas as questões relativas a este equilíbrio em aula sim (efeito da temperatura, pressão, etc.) Mas que o mentos não reage com o refri, não reage.

Giba Química em 26/05/2009 17:22:43

Alfredo.

Será que podemos falar em equilíbrio químico do CO2 em água também nesse tema??

Caso seja algo a ser considerado, penso que podemos falar em reação química. Qual sua opinião.

Abraços