Serpente de faraó Por: Carolina Veiga do Nascimento Gusmão

Por que isso ocorre?

O que faz a serpente subir é a combustão da sacarose (C12H22O11), que é o nome químico do açúcar. Quando ele queima, parte vai embora na forma de gás carbônico e outra na forma de água. Porém, uma porção do carbono fica e cresce formando a serpente.

Já o bicarbonato de sódio, ao ser queimado, se decompõe e forma água e gás carbônico. Esse gás forma bolhas que fazem o experimento ficar cada vez maior.

Dicas:

– Prepare várias pastilhas de açúcar e bicarbonato de sódio. Assim, mais de uma serpente irá crescer ao mesmo tempo.

– Faça a experiência fora de casa para evitar acidentes com fogo.

– Guarde o álcool bem longe e, para você não se queimar, tome bastante cuidado ao jogar o palito de fósforo aceso.

– Tenha água por perto para apagar o fogo em caso de emergência.

Materiais Necessários

  • Açúcar 3 colher
  • Bicabornato de sódio 1 colher
  • Álcool (ou fluido de esqueiro) 1
  • Forma de alumínio 1
  • Liquidificador 1
  • Garrafas de plástico 5
  • Areia 300gr
  • Colher 1
  • Fósforo 1

Fase 1 - Procedimento experimental

1. Coloque no almofariz uma parte de bicarbonato para duas de açúcar, triture bem com o pistilo, formando um pó bem fininho e misture-os;

Triturando bicarbonato e açúcar com almofariz e pistilo

2- Adicione algumas gotinhas de álcool para que a mistura dê liga;

3- Corte a parte da seringa onde se coloca a agulha e coloque dentro dela essa mistura, a fim de formar uma espécie de coluna. Quanto maior você fizer, maior será o resultado do experimento. Depois, empurre com o êmbolo para que a coluna saia da seringa e deposite-se sobre a areia;

4- Derrame cerca de 20 mL de álcool ao redor dessa coluna;

Esquema de experimento

5- Com muito cuidado, coloque fogo no sistema. Você observará que à medida que queima, a coluna vai ficando preta e vai crescendo. Com a ajuda da pinça e com muito cuidado para não se queimar, vá guiando a “serpente” para que ela cresca no sentido que desejar.

Comentários - 0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.