Técnicas em preservação de resina para invertebrados Por: Marcio Fraiberg Machado

O projeto visa identificar, analisar e preservar em resina seres invertebrados. Ao invés de destruí-los no processo, esse projeto visa preservá-los indefinidamente.

Objetivos: 1. Adquirir comportamento laboratorista com a realização do experimento; 2. Utilizar os conhecimentos em mistura e diluição de soluções, bem como peso molecular, na elaboração dos reagentes e seus produtos, na produção das etapas listadas; 3. Estudar a constituição bioquímica do ser escolhido, levando em consideração sua estrutura, anatomia e fisiologia interna; 4. Executar testes com os catalisadores para uso em resina para saber o grau de diluição necessárias à seu uso no ser escolhido; 5. Construir um móvel (Chaveiro) com as técnicas aprendidas.

Material individual: 1. Jaleco ou avental de cozinha; 2. Roupa de manga comprida; 3. Fôrma para a preparação do molde (Externa e interna); 4. Ser vivo invertebrado, escolhido mediante consulta ao professor.  

Materiais Necessários

  • Para esse experimento, siga as instruções:
  • 1. Consiga uma mesa e uma área livre, pode ser fo
  • 2. Cubra a área da experiência com jornais velho
  • 3. Separe a área de produção da borracha, da á
  • 4. Na área da borracha, utilize borracha de silic
  • Geralmente são na cor azul ou branca, veja imagen
  • 5. A quantidade varia conforme o ser que deseja fo
  • Como regra geral, usamos: Para cada 100ml de borra
  • Com uma colher, misture bem. Quanto mais catalisad
  • Deixe os alunos escolherem o formato que desejam.
  • Certifique-se de que o espaço entre o objeto e a
  • Só desperdiça material.
  • 6. o molde deve estar colado no fundo da caixa de
  • 7. Despeje a borracha no interior e espere secar.
  • 8. Produza em outro recipiente (pode ser pote de m
  • Também encontrada em lojas de material para pisci
  • Faça as medições e, segundo as imagens, misture
  • ATENÇÃO: Todo o material é encontrado em lojas
  • MATERIAL NECESSÁRIO:
  • A borracha para o molde: Borracha de silicone Azul
  • Catalisador para borracha azul ou branca
  • Resina Poliester Cristal 2120
  • Catalisador Butanox M50
  • TODO esse material pode ser encontrado em Lojas qu

Fase 1 -

1° Passo: Escolher o animal a ser preservado em resina. Recolhê-lo no ambiente (dependendo do animal precisa aplicar formalina).

2° Passo: Escolha a forma e o formato que pretende dar ao seu objeto fóssil.

3° Passo: Pegue o papelão recorte alguns pedaços, e monte uma caixa de acordo com o molde escolhido. O ser deve se adequar dentro e cuide para sobrar espaços. Após montar a caixa vede bem os cantos para que não ocorra vazamentos.

4° Passo: Com a caixa pronta, pegue o molde e cole no centro da mesma.

5° Passo: Em um recipiente, misture a borracha com algumas gotas de catalisador de borracha, misture tudo até começar a criar consistência.

6° Passo: Com a caixa pronta, pegue o molde e cole no centro da mesma.

7° Passo: Em um recipiente, misture a borracha com algumas gotas de catalisador de borracha, misture tudo até começar a criar consistência.

8° Passo: Despeje a borracha na caixa, e espere secar em torno de 6 horas. Após esse tempo, rasgue os cantos da caixa e retire a borracha.

9° Passo: Em um outro recipiente ( NÃO pode ser de plástico), misture a resina com algumas gotas de catalisador butanox.

10° Passo: Despeje um pouco de resina no molde de borracha, e coloque o inseto a ser fossilizado na resina, arrumando o mesmo da maneira que preferir, espere secar por uns 5 minutos e despeje outra camada de resina por cima, e espere secar por 6 horas. Após esse tempo retire a peça da borracha.

11° Passo: Faça o acabamento da peça: A: Coloque as luvas, pegue a lixa de número menor, molhe , e lixe toda a peça, até que desapareça as imperfeições. Repita o mesmo processo com as outras lixas, usando elas do número menor até o maior. B: Com o algodão pegue um pouco da pasta de polimento e coloque na peça. Esfregue a peça com o algodão até que fique totalmente polida.  

 

Comentários - 6 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.

Daniele Parizotto em 31/03/2012 11:46:55

Prezado Márcio, fiz algumas peças de insetos incrustados na resina, mas entre o inseto e a resina surgiram áreas translúcidas que parecem ser bolhas. O inseto fica com um áspecto meio "prateado". Você saberia me dizer o que pode ter acontecido? e o que fazer para evitar o surgimento dessas bolhas? Muito obrigada.

Gustavo Pulze Paiva em 09/10/2010 15:30:30

quem quiser os materiais citados neste experimento, pode entrar em contato com essa empresa de São Paulo, eles enviam tudo direitinho... eu já usei os serviços...

DU LÁTEX COM ARTIGOS P/ARTESANATO LTDA

F.11-3313-3212/3277

e-mail.: dulatex@dulatex.com.br

Marcio Fraiberg Machado em 22/12/2009 22:40:38

Sim. Mas prefiro fazer o molde com os alunos pois posso explorar muitos conceitos da química e da física em sua construção. Mas vc pode utilizar as formas de biscuit sim.

Juliana Oliveira de Lima em 14/12/2009 09:25:01

Esse molde que é feito, é o mesmo daquele de silicone que encontramos nas papelarias usadas em biscuit, e eles podem ser usados para essa mesma experiência?

Lucas Assis em 04/05/2009 08:18:25

Marcio, muito interessante essa construção. Já havia visto essa forma de preservação em resina e esse tipo de montagem pode ser também utilizado na construção de lentes para o estudo de ótica!

Porém, como disse o Rolnan, você poderia aproveitar a sessão "Materiais necessários" para explicitar melhor os materiais e deixar a explicação dos passos nas suas respectivas sessões.

O pontociência permite a criação de quantos passos forem necessários. Isso facilita a leitura e organiza melhor o seu roteiro.

Rolnan Felipe Montani em 03/05/2009 23:46:54

Qual os nomes dos materiais? Como coloco num pedido de orçamento de maneira que o vendedor vá entender? Preciso de maior esclareciento quanto aos materiais utilizados. Obrigado.