Interferência - Pulsos de fases opostas e mesma amplitude

A imagem mostra a interferência destrutiva total que ocorre na superposição de dois pulsos de fases opostas e mesma amplitude, que se propagam em sentidos opostos. Após a interferência, os pulsos continuam a se propagar com as mesma características que tinham antes do processo de interferência. Autor: Helder de F. e Paula

Interferência - Pulsos de fases opostas e mesma amplitude