Svante Arrhenius

Arrhenius foi um químico sueco nascido em 1859. De Acordo com Arrhenius, determinadas substâncias quando dissolvidas em meio aquoso sofriam separação de íons preexistentes, o que tornava a substância condutora de eletricidade, um exemplo clássico é o sal de cozinha (NaCl) e da soda cáustica (NaOH). Descobriu também que quando um composto molecular era dissolvido em meio aquoso, não conduzia eletricidade pois não formava íons, o resultado era uma solução molecular; um bom exemplo é a amônia. Porém, Arrhenius observou que uma ligação covalente de hidrogênio e cloro, de modo a formar ácido clorídrico também conduzia eletricidade em meio aquoso. A conclusão foi que, como o HCl contém uma ligação covalente, os íons são formados por meio da quebra dessas moléculas por água, o que origina uma solução iônica. Esse fenômeno foi denominado ionização.

Svante Arrhenius